Gravidez de alto risco

É considerada de alto risco toda gravidez que envolve sérios riscos de morte e doença tanto para a mãe quanto para o bebê. Durante o pré-natal o médico avalia as condições da gestação e identifica se há os chamados fatores de risco, que colocam em perigo a vida da mãe e do bebê.

A gestação de alto risco precisa ser acompanhada de perto por profissionais da saúde as visitas ao médico devem acontecer com mais freqüência. Em alguns casos o médico recomenda à gestante o acompanhamento de outros profissionais em hospitais especializados.

Conheça alguns fatores que podem contribuir para uma gestação de risco e na dúvida, converse com seu médico:

  • Grávidas com menos de 17 anos
  • Grávidas com mais de 35 anos
  • Profissão ou ocupação – dependendo do stress, do esforço físico, carga horária, rotatividade de horário, exposição a agentes físicos, químicos e biológicos nocivos;
  • Situação conjugal insegura;
  • Baixa escolaridade;
  • Condições ambientais desfavoráveis;
  • Mulheres com uma altura menor que 1,45 m;
  • Mulheres com menos de 45 kg ou mais que 75 kg;
  • Recém nascido pré-termo, mal formado ou com atrasos no crescimento, em gravidez anterior;
  • Intervalo entre partos menor que 2 anos;
  • Síndrome hemorrágica ou hipertensiva, em gestação anterior;
  • Cirurgia uterina anterior;
  • Dependência de drogas lícitas e/ou ilícitas;
  • Morte perinatal anterior;
  • Abortos espontâneos repetidos;
  • Esterilidade / Infertilidade;
  • Desvio do crescimento uterino, grande número de fetos e alterações no volume de líquido amniótico;
  • Trabalho de parto prematuro;
  • Gravidez prolongada;
  • Pré-eclâmpsia e eclâmpsia;
  • Diabetes gestacional;
  • Rutura prematura de bolsa;
  • Hemorragias da gestação;
  • Isoimunização;
  • Óbito fetal;
  • Hipertensão arterial;
  • Cardiopatias;
  • Pneumopatias;
  • Nefropatias;
  • Endocrinopatias;
  • Hemopatias;
  • Epilepsia;
  • Doenças infecciosas;
  • Ganho de peso inadequado;
  • Doenças ginecológicas.
Publicado em 2 de abril de 2013 / Atualizado em 3 de dezembro de 2013

Ministério da Saúde. Gestação de Alto Risco Manual Técnico. 2010.

Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais. Atenção ao Pré-Natal, Parto e Puerpério. 2006.

J Resende - Manual de Obstetrícia, 1991 - Guanabara Koogan Rio de Janeiro

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar