Será que meu bebê está mamando suficiente?

© Liliana Mendes | Rede Mãe

A amamentação deve ser a única alimentação do bebê até os 6 meses de idade. Esta informação é passada de mãe para mãe e reforçada nos consultórios médicos antes mesmo do nascimento do bebê.

O leite materno é, realmente, o alimento mais completo para a criança e não é necessário oferecer mais nada durante esse período (nem água, sucos ou chás). Essa recomendação é feita pela Organização Mundial de Saúde e por muitas outras organizações provedoras de saúde.

Embora algumas mães fiquem com receito,  você pode ter a certeza que não existe leite fraco ou insuficiente para alimentar o bebê. Quanto mais o bebê mama, mais leite será produzido pelo organismo materno. É um ciclo! A sucção faz a glândula produzir leite. Mas é claro que há fatores que podem influenciar  na produção de leite, como por exemplo o estresse, o medo da mãe, a sucção incorreta do bebê, entre outros.

Nutricionalmente , o leite materno é composto por proteínas, vitaminas, minerais e gordura, e todos estes nutrientes estão na proporção adequada a cada etapa de desenvolvimento do bebê, sendo que esta concentração vai se modificando. Ou seja, a quantidade de leite “fabricada” por você é suficiente de nutrientes necessários para o desenvolvimento e crescimento do seu bebê. Pense apenas em relaxar e não ter essa preocupação presente!

Há estudos científicos que comprovaram que o leite de mães que deram à luz bebês prematuros têm a composição diferente daquelas que tiveram seus filhos com o tempo certo de gravidez, uma vez que os prematuros têm necessidades nutricionais diferentes dos bebês nascidos no tempo certo.

Como você pode perceber, o leite materno produzido pelo seu organismo é exatamente do jeito que seu filho precisa. Não existe um leite padronizado, com cor, consistência e quantidade iguais para todos os bebês.

E agora, respondendo a algumas perguntas:

  • A quantidade está certa?

O organismo da mãe, nos primeiros dias após o parto vai  se acostumar ao ritmo e fome do bebê.

Até que o organismo estabeleça a quantidade necessária, os intervalos entre as mamadas serão irregulares. Mas com o tempo vai-se estabelecer um padrão, mais ou menos de 3 em 3 horas. Por vezes, o intervalo entre as mamadas pode diminuir ou aumentar. Mas não se assuste, não está acontecendo nada de anormal!

  • Acha que seu bebê está sempre com fome?

Seu bebê parece estar sempre sugando os dedinhos ou a chupeta? O reflexo de sucção está muito presente no recém-nascido, desde logo os primeiros dias. Tudo que chegar à sua boca será sugado. Quando seu bebê suga a chupeta ou os dedinhos e se acalma, não é sinal de que esteja com fome, apenas se trata de um reflexo.

É importante que você aprenda a entender e decifrar o choro de seu bebê, pois nem sempre poderá ser fome! Quando seu bebê começa a chorar, tenha paciência e não ofereça sua mama de imediato para ele. Ele pode estar com cólicas, com calor, frio, fralda suja, irritado por outros motivos.

  • Como posso saber se meu bebê está chorando com fome?

Esteja atenta a alguns sinais!

O bebê quando está com fome, ele suga a chupeta ou os dedinhos mais ávidamente e normalmente fica irritado quando suga e não tem leite. Vira a cabecinha para os lados nervoso.

  • Outras dicas:

O bebê ingere a quantidade do leite suficiente para ele nos primeiros 15 a 20 minutos de mamada. Evite deixá-lo horas no peito e não desejar largar, dando a sensação para a mãe de que o leite não está sendo suficiente. Ele, provavelmente estará fazendo seu peito de chupeta.

Caso seu bebê durma no peito durante a mamada, mexa com ele suavemente, acorde-o e veja se ele realmente quer mamar mais ou se quer dormir. Não deixe que ele durma no seu peito. Atente para o ritmo e sucção dele durante a mamada.

Evite esta situação: observe sempre a forma como seu bebê agarra a mama para sugar o leite. Se ele estiver realizando a pega incorreta além de poder causar fissuras em suas mamas, ele não irá ingerir a quantidade suficiente de leite!

  • Como posso saber que meu bebê está mamando suficiente?

Para você ter certeza de que seu filho esteja ingerindo a quantidade necessária de leite, atente para a urina dele e seu peso. A fralda do seu bebê deve estar cheia pelo menos de 6 a 8 vezes por dia. Isso indica que seu bebê está hidratado e ingerindo a quantidade adequada de leite.

Quando seu bebê sai da maternidade, ele provavelmente perde em torno de 6% do seu peso ao nascer. Mas, é esperado que recupere até o final da primeira semana. Caso seu bebê não esteja adquirindo o peso adequado ou esteja se recuperando lentamente, fique atenta! Procure o pediatra, pois isso pode ser um sinal de que alguma coisa não vai bem.  Se estiver adequado, não há com o que se preocupar.

O pediatra ou enfermeira do centro de saúde são os profissionais ideais para acompanhar o ganho de peso do seu bebê e interpretá-lo se está adequado ou não. Em caso de dúvidas não hesite em procurar seu médico.

Publicado em 21 de março de 2013

Lamounier, J. A., Bouzada, M. C. F., Vieira, T. D. O., Janneu, A. M. de S., Maranhão, A. G. K., & Araújo, M. de F. M. (2008). Iniciativa Hospital Amigo da Criança , mais de uma década no Brasil : repensando o futuro. Rev Paul Pediatr, 26(2), 161-169.

Unicef, & Ministério da Saúde. (2007). Promovendo o Aleitamento Materno.

Mahan, L. H., & Escott-Stump, S. (2008). Krause’s Food & Nutrition Therapy (12th ed.). Canada: Saunders Elsevier.

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar