Decorando o quarto do bebê

© Rede Mãe

Você descobre que está grávida pela primeira vez e durante os nove meses de gestação vivenciará muitos momentos emocionantes como o primeiro ultrassom, barulho das batidas do coração, a descoberta do sexo do seu bebê, entre outros…

A partir daí, começam os planejamentos e dentre eles a preparação do quarto para o novo membro da família.

A mamãe começa a pensar e programar todos os detalhes do quarto. Ela deseja um espaço bonito e aconchegante, mas não pode se esquecer de que seu bebê precisa de um ambiente tranquilo. Os preparativos  normalmente ocorrem após o quarto mês de gestação, quando já se sabe o sexo do bebê.

O primeiro passo é avaliar o espaço disponível para que o quarto seja funcional. É necessário ter espaço suficiente para a circulação de pessoas e para  a entrada de um carrinho de bebê, garantindo a usabilidade do quarto.

O armário deve ser bem dividido para que a mãe encontre os pertences do bebê mais facilmente. Porém, não há necessidade de o armário ser muito grande, pois os bebês perdem muito rápido suas roupas devido ao crescimento acelerado e a maioria de suas roupas ficam guardadas em gavetas.

A mobília essencial é um berço, um armário, uma cômoda, uma poltrona para amamentação. Caso o quarto tenha mais espaço, pode-se colocar uma cama de apoio ou um sofá cama flexível. Esse  móveis devem se práticos, revestidos com materiais laváveis e resistentes, sem quinas.

O ambiente deve ser limpo e arejado.

Cores e iluminação: Escolha cores em tons suaves, papeis de parede ou tecidos leves para que não fiquem cansativos. Na hora em que for escolher o tema, prefira os básicos e trabalhe mais nos detalhes.

O ideal para a iluminação é usar o dispositivo que reduz a intensidade de luz  ou um abajur, propiciando um ambiente mais claro ou que fique numa penumbra confortável.

Prefira cortinas fáceis de limpar e lavar, use materiais antialérgicos e evite acúmulo de poeira no quarto do seu bebê.

Evite uso de carpetes e tapetes pois acumulam sujeira e bactéria.

As reformas do ambiente devem ser feitas, de preferência, o mais rápido possível para evitar transtornos futuros para mãe e filho.

 

Publicado em 21 de março de 2013

Rossini, P. (2009). Acessa.com. Retrieved from: Acessa.com

Coffler, L. (2012). Bebe.com.br. Retrieved from: Bebe.abril.com.br

Guia do Bebê. Retrieved from: Decoracaodequartosdebebes.com.br

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar