Parto na água

O parto normal pode ocorrer na água, dentro de uma banheira com água morna, numa temperatura em torno de 37º. Esse tipo de parto pode proporcionar à mãe conforto, relaxamento e ajudar no alívio das dores das contrações. A água morna provoca o aumento da irrigação sanguínea da mãe, diminuindo a pressão arterial e auxiliando no relaxamento muscular.

O pai pode acompanhar a mãe dentro da banheira  se assim desejar. O ambiente deve ficar a meia luz.

Nesse tipo de parto, o bebê fica mais calmo e tranquilo, porque ele é inserido em um meio liquido e quente, ou seja, muito parecido com o qual ele foi gerado.

Esse tipo de parto deve ser acompanhado por um profissional de saúde, médico ou enfermeira obstetra.

Confia algumas contra indicações para a realização de um parto na água:

  • bebês com mais de 4kg ou que necessitam de monitoramento contínuo;
  • mulheres que sofrem de hipertensão;
  • sofrimento fetal;
  • mulheres com  herpes genital ativo,diabetes, Hepatite B, HIV positivo, sangramentos excessivos;
  • trabalho de parto prematuro;
  • presença de mecônio.
Publicado em 13 de março de 2013 / Atualizado em 25 de março de 2013

Rodrigues, B. (n.d.). Parto na água. Retrieved from: Guidadobebe.uol.com.br

Pontes, A. P. (2009). Como é feito o parto na água. Retrieved from: Revistacrescer.globo.com

Duarte, A. C. Parto na água. Retrieved from: Amigasdoparto.com.br

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar