Queda de cabelo na amamentação

Texto de opinião

 

O cabelo tem um ciclo vital que compreende as seguintes fases: fase do crescimento, fase de repouso e fase da queda.
A fase de crescimento dura entre 2 a 7 anos, a de repouso até cerca de 3 semanas e, finalmente, a fase de queda é aquela em que os cabelos caem numa determinada quantidade dita “normal”. Posteriormente, a raiz descansa durante 2 a 4 meses até que novo fio de cabelo entre na nova fase de crescimento.

© Morguefile.com

© Morguefile.com

Durante a gravidez, os hormônios produzidos, principalmente a progesterona, fazem com que as fases de crescimento e de repouso durem mais tempo parecendo, então, os cabelos bem mais bonitos e brilhantes. Por outro lado, no período de amamentação muitas mamães se queixam de “queda de cabelo”. No entanto, este é um processo natural e que pode ocorrer por vários motivos:

  • nos primeiros meses após o parto ocorre o chamado eflúvio telógeno, fenómeno natural que se caracteriza pela queda de cerca de 50 a 100 fios de cabelo de forma rápida ou gradual e que termina espontaneamente ao fim de 6 a 12 meses – acontece tanto às mães que amamentam como às que o não amamentam;
  • simultaneamente, poderá haver uma grande quantidade de cabelo na fase de repouso, o que levará à fase de queda alguns meses depois;
  • após o parto, a queda dos níveis de estrogênio, o cansaço físico, o stress e uma possível deficiência nutricional contribuem também para uma maior queda de cabelo;

Quando a queda de cabelo é intensa e aliada à instabilidade psicológica, típica do pós-parto, as mães sentem-se angustiadas, assustadas e inseguras.  Para combater, recorrem a produtos químicos que poderão ser inconvenientes na amamentação, para além dos custos associados sem que haja uma necessidade.

Mas se você está preocupada e acha que o seu cabelo está caindo muito, procure uma orientação médica. Muitas vezes o médico pode optar por prolongar a ingestão de vitaminas e minerais, compensando alguma deficiência nutricional.

Assim,optar por uma alimentação equilibrada vai contribuir para a prevenção da queda de cabelo, bem como para o crescimento saudável do novo cabelo. A alimentação ideal deve ser rica em vitaminas, minerais e proteínas. Inclua alimentos como carne (de aves, vermelha e peixe), vegetais laranja e folhas de cor verde escura, grãos, nozes e cereais integrais.

Para manter a saúde do cabelo é também importante:

  • evitar banhos muito quentes;
  • evitar escovação exagerada;
  • fazer massagens ao couro cabeludo.

 

Apesar de tudo, não se esqueça que a queda de cabelo pode ser um processo natural desta fase de vida, por isso, não se preocupe e não recorra a produtos químicos. Estes produtos podemprejudicar a qualidade do leite materno e são desnecessários nesse momento.

Publicado em 22 de maio de 2014 / Atualizado em 23 de maio de 2014

Veja o que a nossa comunidade está dizendo sobre este tema e comente! Comentar